SUBMISSIVE to BULLFIGHTING MAFIA MEMBERS-DEPUTADOS SUBMETEM-SE AO LOBBY TAUROMÁQUICO

Sexta-feira, 25 de Outubro de 2013
«DEPUTADOS SUBMETEM-SE AO LOBBY TAUROMÁQUICO»
 
Que baixeza! Que indignidade! Que desonra! Afinal que deputados são estes?
 
Portugal não quer deputados assim, por isso terão de ser severamente penalizados.
Os governantes e os tauricidas ABUSAM porque (ainda) não fomos suficientemente aguerridos para os derrubar.
E também porque CALAM a comunicação social, e os portugueses não sabem do que se passa nos bastidores apodrecidos da tauromaquia.
Temos de ser MAIS DUROS e COLOCAR os DEPUTADOS ou para fora do governo ou EXIGIR QUE CUMPRAM AS LEIS.

 
15887378_72FMY
Por PRÓTOURO

 
«Uma vez mais, os deputados deste país, mostram quem são e quais os interesses que os movem. A petição por uma nova lei de protecção animal, que deveria ser discutida hoje no parlamento foi adiada para data a anunciar.
 
E quem é que está por trás desta decisão? Ora nem mais nem menos que a “ATCT – Associação de Tradições e Cultura Tauromáquica”, que se gaba num artigo publicado na sua website, que devido aos argumentos por ela apresentados à Assembleia da República, a petição foi adiada sine die, ou seja, para o dia de são nunca à tarde.
 
Quando é do conhecimento que muitos deputados são aficionados e caçadores, outra coisa não seria de esperar. Uma vez mais a escória obstaculiza a evolução deste país.
 
Não há dúvida que Portugal continua não na cauda mas sim no cu da Europa e os senhores deputados acabaram de o provar.

 E por falar em petições caso a petição do ex-”Prótoiro” José do Carmo Reis e ora membro da ATCT, a tal para proibir manifestações anti-touradas, seja entregue no parlamento, cá estaremos para ver quanto tempo levará para ser agendada e discutida.

 
Prótouro
Pelos touros em liberdade»

Fonte:
http://protouro.wordpress.com/2013/10/25/deputados-submetem-se-ao-lobby-tauromaquico/comment-page-1/#comment-1963
***

Esta discussão será realizada, queiram ou não queiram os tauricidas, queiram ou não queiram os deputados do CDS/PP e PSD, porque nós somos mais FORTES e vamos EXIGIR a APROVAÇÃO de uma nova lei.
 
Os deputados não são pagos nem foram eleitos para servirem uma MINORIA INCULTA e os interesses da máfia tauromáquica.
 
Em Portugal, mandam os portugueses, e se os deputados se RECUSAREM a discutir a nova lei proposta por uma Associação certificada, e não CUMPRIREM A LEI, terão de sofrer consequências, pois tomaremos medidas, DENTRO DA LEI.


tags: assembleia da república, atct, atct - associação de tradições e cultura, caça, josé do carmo reis, parlamento, petição, portugal, protecção animal, prótoiro, touradas

publicado por Isabel A. Ferreira às 09:57

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Adicionar ao SAPO Tags | partilhar

unknown-3-3-2unknown-3-3-3unknown-3-3-4

NEW FADO FOR THE BULLS
" DANCE OF THE WEAK" "A DANCA DOS FRACOS"

Dear Abolitionists!

We believe that the abolitionist struggle can and should be varied, and will succeed when contributing to the information and the evolution of mentalities; When you contribute to the cohesion, reinforcement and support of activists; When contributing to the public demonstration of abolitionist.

Thus we can inform and enhance the knowledge of activists and of indifferent and even correct opinions of hobbyists, "hope springs eternal".

In addition, we can present arguments and demonstrate our strength abolitionist parliamentarians, rulers and authorities, to the public, to the media.

We think that we should be acting and not lose precious opportunities.

Right now we have an important opportunity to contribute to the demystification of the idea that being a singer, or like fado, implies acceptance of bullfighting.

Fado is a form of art and a beautiful tradition, and can not be demeaned by being associated with the cruel bullfighting aberration.

We now have the extraordinary opportunity to undo this manipulation that was made, and to acknowledge a generous fado singer, animalist and abolitionist, and his beautiful creation musical "DANCE of the WEAK", against the exploitation of bullfighting bulls and horses, integrated into its magnificent CD "ETERNAL".

Jose-manuel-ferreira-sings_GREEN_TIE111-1

We are deeply grateful to the artist José Manuel Ferreira and his set of eminent musicians from expressly in the Algarve, and we are very happy that we have with us these friends of people and animals.

Let's make history to undo any alleged complicity between fado and bullfighting, and give encouragement to many and many to declare fadistas and strengthen their opposition to bullfighting.

We expect a good turnout of abolitionists in this Tertulia, started with a delicious dinner from less traditional not Francesinhas, followed by music and art a living within the more generous and hopeful environment in the interest of society and of animals.

Remember also that the turnout at dinner will contribute to help support the costs of the event.

You are very welcome!

I'll be present, gone from Aljezur and would love to find you!

A big hug, abolitionist


Vasco Reis

Veterinarian





* . * . * . *


Vivam Abolicionistas !

Pensamos que a luta abolicionista pode e deve ser variada, e terá êxito quando contribuir para a informação e a evolução das mentalidades; quando contribuir para o apoio, reforço e coesão dos activistas; quando contribuir para a demonstração pública da vontade abolicionista.

Assim, poderemos informar e reforçar o conhecimento de activistas e de indiferentes e até corrigir opiniões de aficcionados, pois “a esperança é a última a morrer”.

Além disso, poderemos apresentar argumentos e demonstrar a nossa força abolicionista a deputados, governantes e autoridades, à população, à comunicação social.

Pensamos que devemos ser actuantes e não perder oportunidades preciosas.

Neste momento temos uma importante oportunidade, para contribuir para a desmistificação da ideia de que ser fadista, ou gostar do fado, implica aceitação da tauromaquia.

O fado é uma forma de arte e uma bela tradição, e não pode ser aviltado ao ser associado à cruel aberração tauromáquica.

Temos agora a extraordinária oportunidade de desfazer essa manipulação que foi feita, e de reconhecer um generoso fadista, animalista e abolicionista, e a sua bela criação musical "DANÇA DOS FRACOS", contra a exploração tauromáquica de touros e cavalos, integrada no seu magnífico CD "ETERNO".

Estamos profundamente gratos ao artista José Manuel Ferreira e ao seu conjunto de eminentes músicos, vindos expressamente do Algarve, e estamos muito felizes por termos connosco estes amigos de pessoas e de animais.

Vamos fazer história ao desfazer alguma pretensa cumplicidade entre o fado e a tauromaquia, e dar alento a muitas e muitos fadistas para declararem e reforçarem a sua oposição à tauromaquia.

Esperamos registar uma boa afluência de abolicionistas a esta Tertúlia, iniciada com um delicioso jantar das não menos tradicionais Francesinhas, seguido de arte musical e de um convívio dentro do mais generoso e esperançoso ambiente a bem da sociedade e dos animais.

Lembramos também que a afluência ao jantar contribuirá para ajudar a suportar as despesas com o evento.

Sejam muito bem vindos !

Eu estarei presente, ido de Aljezur e gostaria muito de vos encontrar!

Um grande abraço abolicionista,

Vasco Reis

Médico Veterinário

unknown-3-3-2unknown-3-3-3unknown-3-3-4

STUDY ON STRESS
IN THE TRANSPORT
OF THE BULLS OF LIDA.

bull-transport
STUDY ON STRESS IN THE TRANSPORT
OF THE BULLS OF LIDA.

http://www.uclm.es/profesorado/produccionanimal/Zafra05.pdf

Laura Piña Escudero TOROS, AMOR, PAZ, Y RESPETO POR LOS ANIMALES.


THE CONSEQUENCES OF STRESS
ON THE TRANSPORTATION OF THE BULLS,
FIRED IN A LOSS OF AVERAGE WEIGHT OF 3.8%,
THE EQUIVALENT OF MORE THAN 8 KG OF WEIGHTS,
CAUSING A POOR PERFORMANCE DURING THE FIGHT.

"My mother and this does not say it, poor animal, they treat it as a waste" (Bing)



ESTUDIO SOBRE EL ESTRES EN EL TRANSPORTE DE LOS TOROS DE LIDA.

LAS CONSECUENCIAS DEL ESTRES EN EL TRANSPORTE DE LOS TOROS DE LIDIA, DESENCADENA EN UNA PERDIDA DE PESO MEDIO DEL 3,8%, EL EQUIVALENTE A MAS DE 8 KG DE PESOS, CAUSANDOLE UN BAJO RENDIMIENTO DURANTE LA LIDIA.

"Madre mia y esto no lo dicen, pobre animal, lo tratan como a una basura"


http://www.uclm.es/profesorado/produccionanimal/Zafra05.pdf

unknown-3-3-2unknown-3-3-3unknown-3-3-4

FIRST KILL BY CHILD


The tauricidas barbarity:
"Calerito" murders his first calf


unknown-3-3-2unknown-3-3-3unknown-3-3-4